O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (INCT do Bioetanol) une 31 laboratórios de 5 estados brasileiros para desenvolver as bases tecnológicas nacessárias para viabilizar a produção de cana-de-açúcar no Brasil.
Coordenador
Mensagem do Coordenador.
Como parte de um grande esforço mundial para produzir maior quantidade de energia renovável o Brasil contribui fortemente através de estudos para aumento da produtividade da cana e bioetanol.
Durante o último século, foram desenvolvidas no Brasil, tecnologias para produzir o etanol de primeira geração que levaram o país a ter 90% dos carros do tipo bicombustível.
A consequência da utilização desta tecnologia é a redução da emissão de poluentes proveniente da queima de combustíveis fosséis.
A energia usada para produzir bioetanol a partir da cana de açúcar é praticamente toda renovável, uma vez que este tipo de energia emite... saiba mais
Apoio